Legislation in English Legislation en Français Voltar à página principal
Sobre o Gabinete de DocumentaçãoDireitos HumanosPesquisa nas Bases de DadosCooperação InternacionalPublicaçõesNotícias e EventosLigações Jurídicas
página principal > Notícias

Notícias 2012

No ano de 2012 a FCT concedeu, pela última vez, o seu apoio ao Dicionário Jurislingue, ao qual prestou o seu patrocínio durante cinco anos. A bolsa concedida pela FCT permitiu afectar um bolseiro ao Projecto, o qual, estando-lhe inteiramente dedicado, pôde desenvolver o acervo do Dicionário, introduzindo novos conceitos, criando novas Áreas do Direito e prestando também o seu auxílio na tradução de termos para as diversas línguas de trabalho da ferramenta. Actualmente o Jurislingue conta com cinco Secções: Terminologia, Organismos Nacionais, Europeus e Internacionais, Instrumentos Bilaterais e Multilaterais, Expressões Jurídicas e Abreviaturas, Siglas e Acrónimos. Dispõe além disso de cerca de 1200 conceitos com a respectiva definição em português, muitos dos quais contêm também termos relacionados. Tal nunca teria sido possível sem o precioso contributo da FCT, cuja fé no Projecto permitiu que o Dicionário crescesse e se tornasse naquilo que é hoje.     

Nesse mesmo ano, a língua neerlandesa foi finalmente disponibilizada na página de abertura / apresentação do Dicionário Jurislingue, depois de solucionados os problemas informáticos que tinham dificultado a sua inclusão em 2011; alargou-se assim o âmbito de consulta do dicionário a utilizadores nativos de todas as línguas presentes no Jurislingue.

Foi também disponibilizado um contador para cada uma das Secções do dicionário, de modo a permitir uma visão mais exacta do trabalho realizado até à data. Pela primeira vez foi possível fazer uma estatística, por país, sobre as consultas feitas ao Jurislingue, da qual resulta que o Jurislingue recebe visitas de origens tão diversas como Angola, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, França, Espanha, Estados Unidos da América, Itália ou Reino Unido.


A “Pesquisa avançada” sofreu algumas alterações, sendo agora possível utilizá-la através de um campo de “texto livre” (em todas as línguas) e/ou através de uma “letra alfabética”.


Graças ao trabalho desenvolvido durante este período, actualmente existem mais de 150 expressões latinas no Jurislingue, sendo possível consultá-las por ordem alfabética. Aqui o utilizador encontra uma breve explicação para as mesmas e por vezes a indicação de um contexto em que estas podem ser utilizadas.


Visando sempre melhorar a qualidade do Jurislingue, procedeu-se ao longo deste ano a um trabalho de uniformização e harmonização da informação disponibilizada, de modo a facilitar a compreensão e a leitura dos conceitos existentes no dicionário.


No intuito de contribuir para a harmonização da linguagem que se procura alcançar, durante o final de Maio, assistiu-se em Berlim a um simpósio sobre as dificuldades decorrentes da aplicação da terminologia jurídica no espaço europeu, intitulado Improving the Comprehensibility of Legal Provisions in the Legislative Process, organizado pelo Ministério da Justiça alemão. O Jurislingue foi apresentado neste evento, tendo sido considerado um instrumento de auxílio à tradução extremamente útil. Considerou-se que uma ferramenta deste tipo poderia contribuir bastante para colmatar as dificuldades sentidas na criação de uma linguagem uniforme na área de tradução da terminologia jurídica. Foi também possível ficar a par do trabalho desenvolvido nos outros países participantes no simpósio, o que sem dúvida permitiu pensar em novas formas de actualizar e melhorar o trabalho que tem vindo a ser feito para o Jurislingue

 
Face ao trabalho realizado até à data, considerou-se que seria útil desenvolver novas áreas do Direito para o Jurislingue, nomeadamente Conceitos de Natureza Contabilística, Direito Internacional Penal, Direito do Desporto e Direito dos Consumidores. No entanto, devido à reestruturação que se tem vindo a fazer a nível informático, ainda não foi possível disponibilizar estas áreas ao público.


Uma vez que o Novo Acordo Ortográfico entrou em vigor em Janeiro de 2012, e antecipando a sua utilização, havia sido já criado em 2011 um campo que disponibilizava os termos na nova ortografia. A introdução do novo campo teve grande êxito, sendo por isso nossa intenção disponibilizar também brevemente as definições correspondentes a cada termo na nova ortografia.


Em Outubro mais uma vez se realizou uma ação de formação sobre o Jurislingue, no quadro de uma aula de inglês de alunos do primeiro ano do Curso de Línguas Estrangeiras Aplicadas da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa. Os alunos desta Universidade têm já colaborado com o Jurislingue, tendo em 2011 elaborado as Notícias do dicionário na língua inglesa. Nesta formação novamente se verificou o seu interesse em contribuir de modo activo para o desenvolvimento do Jurislingue.

 
O Jurislingue tem contribuído ainda para o glossário jurídico multilingue – Trad-Iure, que fará parte integrante do novo portal de informação legislativa do Governo e cujo lançamento se espera para breve. O Jurislingue presta o seu auxílio esclarecendo dúvidas e conceitos jurídicos de modo a facilitar a tradução dos termos para outras línguas. A estreita colaboração entre a equipa do Jurislingue e a do Trad-Iure permite também que o dicionário aumente o seu acervo, na medida em que os novos termos introduzidos no Trad-Iure são aproveitados e desenvolvidos para este dicionário.  

 

 

Pelo Grupo de Trabalho
Jurislingue

 

*Escrito ainda de acordo com a grafia anterior ao Acordo Ortográfico.

 

Agradecemos as suas:

Sugestões

........................................
........................................
Guia Utilizador
........................................
Noticias
........................................
Historial
........................................
Sair