Legislation in English Legislation en Français Voltar à página principal
Sobre o Gabinete de DocumentaçãoDireitos HumanosPesquisa nas Bases de DadosCooperação InternacionalPublicaçõesNotícias e EventosLigações Jurídicas
página principal > Historial

1. Sistema de tradução automática de e para Português (projecto Tradaut-PT)

  Em 2003, após a apresentação do Sistema de Tradução Automática de e para Português, concebido para a Administração Pública no quadro do Projecto TRADAUT-PT, financiado pela Comissão Europeia e pelo Governo português através do programa europeu “Sociedade de Informação Multilingue (MLS)”, o Gabinete para as Relações Internacionais, Europeias e de Cooperação do Ministério da Justiça (GRIEC) procedeu à sua divulgação e respectivos meios de acesso junto de diferentes Serviços directa ou indirectamente ligados ao Ministério da Justiça (MJ).

  Dessa divulgação resultou a manifesta utilidade deste tipo de ferramenta de apoio à área de tradução e o consequente interesse das diferentes entidades contactadas, - Direcção-Geral dos Registos e do Notariado (DGRN), Gabinete de Documentação e Direito Comparado da Procuradoria-Geral da República ( GDDC ), Gabinete para as Relações Internacionais, Europeias e de Cooperação GRIEC),  Inspecção-Geral dos Serviços de Justiça (IGSJ), Área de Documentação e Tradução da Polícia Judiciária (PJ), Procuradoria-Geral da República (PGR) e o Departamento de Assuntos Jurídicos do Ministério dos Negócios Estrangeiros (DAJ) -, em contribuir para o seu aperfeiçoamento através, inter alia, da criação de um corpus específico para as áreas de actividade do Ministério da Justiça e do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

 

  2. Criação do Dicionário Jurislingue

  Dos esforços desenvolvidos pelo GRIEC, no sentido de dar corpo à ideia de rentabilizar os acervos terminológicos constituídos, ao longo do tempo, por cada um daqueles Serviços, nasceu a iniciativa de criar um mesmo instrumento informático através do qual se pudesse recolher, organizar, sistematizar e validar os respectivos acervos existentes numa base de dados comum, disponível para todos os Serviços interessados.

  O presente Dicionário Jurislingue electrónico é a concretização dessa iniciativa. Trata-se de uma aplicação informática desenvolvida, em “parceria”, pelos Serviços acima referidos, agora aberta à consulta exterior.

  O desenvolvimento aplicacional deste instrumento informático é da responsabilidade do GDDC.

  Pretendeu-se, por outro lado, que a interface com o utilizador fosse de fácil aprendizagem e utilização, e em português. Está organizada de forma a orientar o utilizador nas suas consultas, procurando torná-las mais rápidas e, por conseguinte, mais eficientes. Facto que explica, por exemplo, a opção pela configuração gráfica que apresenta, ou pelos idiomas que comporta.

3. Dicionário Jurislingue: línguas e corpus lexicológicos que o integram

  "É um dicionário jurídico que integra actualmente 7 idiomas: Português / Francês / Inglês / Alemão / Neerlandês / Espanhol / Italiano. É, por outro lado, fundamentalmente constituído, nesta fase, pelo corpus disponibilizado pelo GDDC , aperfeiçoado pelos outros Serviços promotores deste projecto .

Sendo um dicionário jurídico, contém termos de diferentes ramos do Direito sem, contudo, pretender ser um instrumento acabado. Pelo contrário, como instrumento de informação e de trabalho, carece de actualização e aperfeiçoamento constantes. Para tal conta com a ajuda dos seus utilizadores, através de uma caixa de Sugestões / Comentários."

  4. Dicionário Jurislingue: opções de pesquisa

  Com este dicionário é possível:  

Ø      Pesquisar termos jurídicos, nomes de organismos internos e externos, instrumentos internacionais bilaterais e multilaterais em 7 idiomas;

Ø      Encontrar famílias de palavras, e/ou contextos em que ocorrem as palavras, em 7 idiomas;

Ø      Encontrar no separador Português uma definição para cada termo;

Ø      Encontrar siglas no menu Organismos, no separador Português.  

Espera-se, assim, superar lacunas existentes, contribuindo para uma redução de ambiguidades, uma transmissão mais correcta e fiel dos conteúdos e consequentemente uma melhor compreensão dos mesmos.

pelo Grupo de Trabalho

Jurislingue

Agradecemos as suas:

Sugestões

........................................
........................................
Guia Utilizador
........................................
Noticias
........................................
Historial
........................................
Sair